sábado, 9 de junho de 2012

Desculpas

Desculpe...
Se eu nego, reprimo, castro a ânsia do meu corpo
Se eu me assusto, tremo, corro de você e de mim mesma
Se eu me afasto, desfaço o clima, corto o abraço.

Eu tenho medo...
Medo de você, que me enfeitiça, me provoca, me atiça
Medo de mim, que me entrego e, num desejo cego, sigo sua pista
Medo de nós, que nos queremos, nos envolvemos, pele com pele, numa cor mista...

Fique comigo
E deixe que eu me sinta segura nas suas palavras
E deixe que eu me sinta quente no seu colo
E deixe que eu me sinta gente importante na sua vida!

Porque você
É ninho gostoso pra depois de um voo cansado
É cama aconchegante pra depois de um amor ruidoso
É abraço bem suado pra depois de um beijo ofegante
É, num instante prazeroso,
Meu amigo
Meu amante
Meu namorado...

3 comentários: